Soubesse eu conjugar as palavras por forma a que cada letra reflectisse um tom que conjugados tomassem formas e cores em tela e pudesse assim alto e bom som dizer o sentimento que pela minha Terra tenho. Ai se eu soubesse. Ai assim pudesse.
Segunda-feira, 3 de Junho de 2013
Concerto de Solidariedade Social organizado pela Junta de Freguesia de Colares com fotos deste lado do palco

No segundo dia do mês de junho do corrente ano de 2013, a Junta de Freguesia de Colares organizou um concerto de solidariedade, para a obtenção de alimentos para ajudar algumas famílias da freguesia que estão neste momento a passar momentos de alguma dificuldade.
Fizeram parte deste espectáculo Mário Laginha e Maria João, Os Corvos, Luis Represas e as 3 Bandas Filarmónicas da Freguesia de Colares, que tocaram em simultâneo e acompanharam os artistas convidados. Para apresentar o espectáculo disponibilizaram-se Joana Solnado e Tiago Aldeia. De referir que todos participaram gratuitamente para esta nobre causa.
(Mário Laginha, com curriculo invejável, que como foi referido vive há dezenas de anos na nossa freguesia, o que nos deixa orgulhosos, pois é um músico de topo mundial).
Aprendeu piano e guitarra na infância. A ideia de seguir a carreira de pianista tomou forma quando ouviu Keith Jarrett. Estudou piano na escola de jazz "Louisiana", em Cascais, dirigida por Luís Villas Boas, e depois na Academia de Amadores de Música e no Conservatório, onde teve como professores Carla Seixas e Jorge Moyano.
Tocou primeiro em hotéis e como acompanhante de outros músicos; o primeiro trabalho profissional aconteceu no teatro, na peça Baal, de Brecht, no Teatro da Trindade. Mas a entrada a sério no mundo do jazz deu-se ao integrar o quinteto da cantora Maria João, com o qual gravou dois discos nos anos 1980: Quinteto Maria João (1983) e Cem Caminhos (1985), com standards e alguns originais.
Ao mesmo tempo que tocava com Maria João, Mário Laginha criou o Sexteto de Jazz de Lisboa, com Carlos Martins, Tomás Pimentel, Edgar Caramelo e os irmãos Pedro e Mário Barreiros, com os quais gravou o LP Ao Encontro, de 1988. Com os irmãos Barreiros tocou também em trio.
Texto total no: http://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%A1rio_Laginha

(Maria João, com o seu estilo característico diferente e único. Muito bom.)
Maria João dedicou-se ao desporto durante vários anos (chegou a ser cinturão negro de Aikido), só bastante tarde descobriu a sua queda para a música.
A música surgiu na sua vida depois de ter sido aconselhada a ter aulas no Hot Clube de Portugal. Foi aprovada numa audição e começou ali mesmo a estudar música.
Com colegas da escola fundou sua própria banda de jazz e começou a apresentar-se em casas noturnas de Lisboa.
Mário Laginha acompanha Maria João desde 1994, formando um bem sucedido duo com a cantora. Desta parceria, podem-se destacar os álbuns "Cor"(1998) - o qual evoca os 500 anos dos descobrimentos portugueses — e "Lobos, Raposas e Coiotes" (1999), no qual gravou duas famosas canções brasileiras, "Beatriz" e "Asa Branca".
Texto total no: http://pt.wikipedia.org/wiki/Maria_Jo%C3%A3o_Monteiro_Grancha

Vista parcial da população, e convidados, que fizeram questão de se associar a este evento de solidariedade.

(Os Corvos, com ligação à nossa terra, através do Cláudio PantaNunes, fizeram subir a temperatura musical com a sua música electrizante).
Corvos são uma banda pouco comum no panorama da música portuguesa. É constituída por quatro elementos com formação musical clássica mas que tocam temas essencialmente de matriz rock. Trata-se de um quarteto de cordas, que alia o virtuosismo instrumental dos seus elementos e a excelência das composições,arranjos e interpretações intemporais, ao gosto musical ecléctico, passando pelas suas origens clássicas e continuando pelo rock, música popular contemporânea e variadíssimos outros estilos musicais.
O disco de estreia, "Corvos Visitam Xutos", foi editado em 1999 pela editora Nortesul. Nesse disco revisitaram o repertório do grupo Xutos e Pontapés.
Texto total no: http://pt.wikipedia.org/wiki/Corvos_%28banda%29

(Luis Represas, um dos melhores artistas portugueses da actualidade, referiu não ser compreensível que 40 anos depois do 25 de Abril, seja necessário fazer-se concertos de solidariedade para dar resposta às necessidades de famílias, neste caso da freguesia de Colares. Bom seria que no futuro houvesse um concerto em que a entrada seria pago com um sorriso).
De origem Galega, Luís Represas foi desde cedo muito interessado pela música, prova disso é o facto de ter comprado aos 13 anos a sua primeira guitarra.
É em 1976 que funda a banda Trovante, juntamente com João Gil, João Nuno Represas, Manuel Faria e Artur Costa, um grupo que se viria a revelar um dos mais influentes da música popular portuguesa.
Em 1992, os Trovante separam-se e Luís Represas inicia a sua carreira a solo.
Luís Represas refugia-se em Havana para compor músicas, com a colaboração do baixista português Nani Teixeira e dos cubanos Pablo Milanés (nome maior da música cubana) e Miguel Nuñez (pianista). Pablo Milanés cria com Represas um dos mais reconhecidos duetos nacionais, Feiticeira.
Texto total no: http://pt.wikipedia.org/wiki/Lu%C3%ADs_Represas

Foi um espectáculo que ficará na nossa memória por muitos anos, pela sua qualidade e adesão.
O que mais importa referir é que, com esta iniciativa, se conseguiu duas toneladas de alimentos.

(Repararam que uma das fotos se diferencia das outras por uma omissão?)

 

Para memória futura, deixo aqui o cartaz do espectáculo




estupefactado por NunoCosmeMoreira às 00:10
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Nuno Saraiva a 3 de Junho de 2013 às 00:59
Omissões à parte, a primeira foto está espectacular. Era ter um bocado menos de camisa e era perfeita.


De NunoCosmeMoreira a 3 de Junho de 2013 às 09:46
É uma forma de dizer que as Bandas também estavam presentes


Comentar post

Related Posts with Thumbnails
 
DOWNLOAD
Citação Diária
arquivos
tags

actualidade(54)

bandabvcolares(19)

benfica(46)

colares(86)

cultura(40)

curiosidades(37)

desporto(31)

economia(5)

efeméride(5)

estóriasdecolares(1)

filosofia(2)

história(12)

História(1)

imagem antiga(22)

keil(3)

lamechas(1)

literatura(1)

mãoamiga(3)

marketing(23)

memorias(20)

memórias(17)

Memórias(13)

negócios(10)

Negócios(2)

parabens(13)

pensar(8)

phrase(1)

piadinha(30)

politica(139)

porto(8)

Português(2)

praia das maçãs(8)

Praia das Maçãs(2)

precário(6)

quebra-tolas(2)

quem nos salva?(31)

rir(3)

sonhar(16)

sporting(16)

útil(10)

video(70)

youtube(64)

todas as tags

Related Posts with Thumbnails