Soubesse eu conjugar as palavras por forma a que cada letra reflectisse um tom que conjugados tomassem formas e cores em tela e pudesse assim alto e bom som dizer o sentimento que pela minha Terra tenho. Ai se eu soubesse. Ai assim pudesse.
Domingo, 14 de Novembro de 2010
Esta noite sonhei (X)

Esta chuva, como de costume não me deixa dormir um sono descansado.
Espero que as pessoas que manifestaram interesse em ir ao Passeio Pedestre de Colares até aos Capuchos e volta, não tenham receio pela eventual queda de alguns aguaceiros e venham divertir-se com as belas paisagens e caminhos perfeitos, onde é possível apanhar castanha, pequena mas saborosa e além disso os medronhos já estão maduros nas árvores e são sempre um sucesso. Estava eu preocupado com tudo isto, razão pela qual o sono parecia estilo pisca pisca, ora adormecia, ora acordava. E sonhei. Sonho ou realidade? Realidade ou pesadelo?
- BOOOOOOOOOOOOLAS. Renheda-se. Vida a minha. Logo eu o melhor 1º ministro que há memória, pelo menos o mais bem vestido, cai em cima de mim todo este rol de problemas. Por que é que fui arrogante e não dei ouvidos à Maria Manuela? Arrogante?, queria dizer personalidade vincadamente forte. Luis Amado, como é que vamos sacudir a água do nosso capote? Como é que vamos resolver o meu problema?
- O teu problema? Queres dizer o problema do país - admira-se o ministro dos Negócios Estrangeiros.
- Não percebes? - reage, com desagrado, o 1º ministro - Se o governo cai, o que é que eu vou fazer na vida? e Portugal não está preparado para viver sem a minha visão. Sim, porque como toda a gente sabe eu sou um grande visionário.
Luis Amado fica um momento pensativo e acaba por dizer: O problema que foi criado é grande, mas se o dividirmos por 2, ficamos só com metade do problema para o nosso lado - reflecte Luis Amado em voz alta - Sim! - Responde Sócrates numa atitude exclamativo/expectante.
- Então - continua o ministro - quando tu estiveres fora do país, em Macau, eu dou uma entrevista a um jornal, a dizer que deveria ser criado um governo de salvação nacional, dividindo assim esta situação com a oposição. Se for preciso até digo que estou disponível para saír, para outro Partido indicar um nome para o Ministério dos Negócios Estrangeiros.
Sócrates, semicerra os olhos, fica pensativo, pesa os prós e os contras e acaba por dizer: Mas assim, parece que já não tenho mão nos meus ministros. Por outro lado não sou eu que coloco essa questão em cima da mesa e até posso dizer que estamos disponíveis para essa solução e a oposição é que não quer ajudar Portugal em tempo de dificuldades. Assim, não vai parecer que estou a pedir alguma coisa a alguém. Sim, porque como sabes, eu não tenho que pedir nada. Eu posso, quero e mando.
Entretanto adormeci profundamente e não sei qual foi o resto da conversa.
Não sei se posso confiar nos meus sonhos, não fazendo portanto ideia se alguma coisa parecida terá, ou não, acontecido e também não li os jornais do fim-de-semana.



estupefactado por NunoCosmeMoreira às 14:38
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Tinto a 15 de Novembro de 2010 às 16:30
Tens que ter cuidado com o que comes à noite; se calhar é melhor começares a comer uma sopinha e antes de deitar um copinho de leite morninho para acalmares os nervos.


Comentar post

Related Posts with Thumbnails
 
DOWNLOAD
Citação Diária
arquivos
tags

actualidade(54)

bandabvcolares(19)

benfica(46)

colares(86)

cultura(40)

curiosidades(37)

desporto(31)

economia(5)

efeméride(5)

estóriasdecolares(1)

filosofia(2)

história(12)

História(1)

imagem antiga(22)

keil(3)

lamechas(1)

literatura(1)

mãoamiga(3)

marketing(23)

memorias(20)

memórias(17)

Memórias(13)

negócios(10)

Negócios(2)

parabens(13)

pensar(8)

phrase(1)

piadinha(30)

politica(139)

porto(8)

Português(2)

praia das maçãs(8)

Praia das Maçãs(2)

precário(6)

quebra-tolas(2)

quem nos salva?(31)

rir(3)

sonhar(16)

sporting(16)

útil(10)

video(70)

youtube(64)

todas as tags

Related Posts with Thumbnails