Soubesse eu conjugar as palavras por forma a que cada letra reflectisse um tom que conjugados tomassem formas e cores em tela e pudesse assim alto e bom som dizer o sentimento que pela minha Terra tenho. Ai se eu soubesse. Ai assim pudesse.
Sexta-feira, 11 de Junho de 2010
Já estava admirado...

O Partido Pelos Animais (PPA) apresentou queixa contra a comissão de festas do Penedo, na freguesia de Colares, Sintra, que amanhã realiza uma corrida à corda, seguida da morte do touro.
Na quarta-feira "apresentámos queixa na Polícia Municipal, pois consideramos que esta corrida é ilegal, dado que é morto um animal, e é uma infracção ao Regulamento de Animais do Município de Sintra", explicou Pedro Sena.

Notícia total no: dn.sapo.pt

Como informação adicional, o touro vai ser morto, ou na festa ou no matadouro, em ambos o casos o destino final do animal é o mesmo: a morte. Para não haver dúvidas, pois há quem tenha necessidade de confundir, nesta festa a morte não decorre da sua lide. O animal é amarrado e é morto.

Gostava que este Partido fosse a votos para aferir a importancia que a população dá às suas opiniões.



estupefactado por NunoCosmeMoreira às 15:00
link do post | comentar | favorito
|

10 comentários:
De Pedro Sena a 12 de Junho de 2010 às 14:04
Sr. Nuno
Tantas inverdades no texto tão pequeno
Primeiro o PPA não fez queixa contra a morte do touro mas sim contra a corrida à corda, coisa que é proibida em Sintra. (peço-lhe que leia o Regulamento dos Animais de Sintra, principalmente o seu artigo 69).
Eu pessoalmente não entendo o motivo de massacrar um animal antes de o matar, mas isso são gostos, também não consigo perceber porque motivo as pessoas gostam de ver a tortura de um animal, mas com a lei portuguesa não se pode fazer nada, ela diz que os animais são objectos.
Outra coisa, o Partido Pelos Animais, é um novo partido politico que defende a dignidade de todos os animais incluído o homem, somos pela natureza, pela ética, pelo respeito de todos os seres, e principalmente contra todo tipo de violência, o grande cancro da nossa sociedade. Iremos sim a eleições, tanto nacionais como locais, pois acreditamos que depois de informar com verdade as pessoas, elas serão livres de escolher em quem votar.


De NunoCosmeMoreira a 12 de Junho de 2010 às 23:53
Sr. Pedro
«Tantas inverdades no texto tão pequeno»
Como deve ter percebido este é um texto retirado do dn. Se alguma inverdade houver foi pela incapacidade de quem passou a notícia ou do jornal que não percebeu a informação.
Se quiser uma opinião, organizem-se. Para uma notícia tão pequena não conseguirem passar um press release em condições, não auguro futuro muito risonho.
De qualquer forma, para contrariar o que disse sobre o vosso futuro, quando houver eleições, autárquicas, candidatem-se aqui em Sintra, pois será uma forma de aferir o que as pessoas pensam desse Regulamento por vós defendido.


De Pedro Sena a 12 de Junho de 2010 às 15:18
Peço desculpas mas falta ainda uma coisa, a queixa não é contra a comissão de festas, mas sim contra a Câmara Municipal de Sintra



De Tinto a 12 de Junho de 2010 às 15:26
Resumindo, quem tiver a felicidade de ter um amigo que seja militante deste partido tem nele uma pessoa que é um ser perfeito, sem defeitos, que não trata mal ninguém nem diz mentiras, que nunca pensa nele acima dos outros, enfim, alguém que só se pode comparar a um ser supremo. Mas também acho que é muito dificil e deve dar muito trabalho para se ser perfeito mas ainda bem que ainda existe pessoas assim.


De Pedro Sena a 13 de Junho de 2010 às 11:35
Sr. Nono
Como sabe o PPA, não é responsável, pela competência ou incompetência dos jornalistas que fazem notícias sem falar com as pessoas, nós não fomos contactados por eles.
Sim nós iremos apresentar-nos a eleições em Sintra, mas não é verdade que concordamos com esse diploma, mas é o que temos e até ser votado um novo é com esse que se tem que trabalhar.

Sr. Tinto
Eu pessoalmente estou longe de ser uma pessoa perfeita, mas uma coisa pode ter a certeza, eu não faço parte do sofrimento de animais e sou contra qualquer tipo de violência.


De NunoCosmeMoreira a 13 de Junho de 2010 às 23:28
Caro Pedro
Ficamos então à espera da receptividade das vossas ideias. Como é Presidente da secção de Sintra do PPA será então candidato a Presidente da Câmara de Sintra.
Peço desculpa de não lhe responder mais, pois no seu comentário o único erro que encontro é no meu nome «Nono?». Como não quero inferir qualquer conclusão ficamos por aqui.
Com respeito ao Sr. ALP ainda pensei apagar o seu comentário, mas as palavras e actos ficam para quem os pratica e claro que vai ficar a falar sozinho.


De ALP a 13 de Junho de 2010 às 23:04
Não percebo como é que um PPA perde tempo com este tipo de gentalha! O último a rir é o que ri melhor! Ainda vai "correr muita tinta" suas bestas...


De Vera a 18 de Junho de 2010 às 20:35
O animal é amarrado e é morto :((((((((((((((((

que horror!!!!!!!!


De NunoCosmeMoreira a 19 de Junho de 2010 às 00:53
Assim era, o animal amarrado e só depois morto. As pessoas tinham que se organizar com o que tinham. Entretanto houve pessoas que quiseram confundir a realidade e diziam que se tratava de touro de morte, mas toda a gente sabe que não havia morte aquando de qualquer tipo de tourada.
Agora vai para o matadouro. É a vida... a morte!!!


De SG a 24 de Junho de 2010 às 13:04
Consigo entender que hajam pessoas que não gostem, que não entendam, que achem mal uma tourada à corda. Consigo até perceber que as suas vozes se façam ouvir.
Mas não posso deixar de dizer que felizmente ainda há neste mundo quem se bata TAMBÉM por manter as tradições seculares deste país.
Para quem NUNCA viu a Festa do Divino Espírito Santo, no Penedo, é fácil julgar e é fácil dizer que é uma violência. Mas o que acontece na realidade é que todas aquelas pessoas que viram, foram lá para ver o Touro, porque ele é o rei da festa.
E NÃO, o touro não é mal-tratado nem violentado! Ninguém lhe bate, ninguém o pica!
de uma vez por todas, peço-vos que NÃO confundam violência com segurança pública! O touro é levado a passear pelas ruas da terra, mas é um animal forte, de porte, e pretende-se apenas que ninguém se magoe à sua passagem. É por isso que tem cordas.
Não fazemos como em Pamplona onde todos os anos há mortes anunciadas porque largam o touro solto pelas ruas.

Consigo entender que o touro não seja morto em praça pública, acho exagerado do ponto de vista da exposição. Mas custa-me muito mais saber a violência que o touro tem de passar DEPOIS de passear pelas ruas do Penedo... quando os organizadores são obrigados a colocá-lo de novo numa camioneta que o leva ao matadouro. E já no matadouro, os valentes choque electricos que o animal leva até, por fim, morrer. Quando na realidade a morte seria menos dolorosa se forsse morto de imediato sem obviamente a exposição publica de que falei.

Lamento que uma tradição do nosso país tenha de ser assim maltratada.
O consumo de carne não agrada a muita gente, pois.
E a mim é o consumo de tabaco, (ou de drogas) que me incomoda! E agora?
Agora vou fazer queixa de uma Cãmara Municipal qualquer deste país, onde quer que eu vá e que veja uma pessoa a fumar para cima de mim!
Não sei é se consigo arrancar a palavra violência desse acto que tanto me incomoda...


Comentar post

Related Posts with Thumbnails
 
DOWNLOAD
Citação Diária
arquivos
tags

actualidade(54)

bandabvcolares(19)

benfica(46)

colares(86)

cultura(40)

curiosidades(37)

desporto(31)

economia(5)

efeméride(5)

estóriasdecolares(1)

filosofia(2)

história(12)

História(1)

imagem antiga(22)

keil(3)

lamechas(1)

literatura(1)

mãoamiga(3)

marketing(23)

memorias(20)

memórias(17)

Memórias(13)

negócios(10)

Negócios(2)

parabens(13)

pensar(8)

phrase(1)

piadinha(30)

politica(139)

porto(8)

Português(2)

praia das maçãs(8)

Praia das Maçãs(2)

precário(6)

quebra-tolas(2)

quem nos salva?(31)

rir(3)

sonhar(16)

sporting(16)

útil(10)

video(70)

youtube(64)

todas as tags

Related Posts with Thumbnails